A eterna luta de classes, estereotipada pela cor do colarinho. Qual é a cor do teu colarinho?
Domingo, 28 de Agosto de 2011
Sem Controlo

Na liga de futebol do Uruguai, um jogador do Montevideo Wanderers, o médio Diego, perdeu o controlo num jogo com o Danubio. Após uma violenta agressão a um adversário e ser expulso, ainda agrediu o árbitro assistente com uma fortíssima murraça.

Onde pára a cabeça deste miúdo?

 



Traficado por Dinis Vieira às 23:01
Endereço do Antro | Chiba-te ao Gangster | Junta-te à Família
|

Sábado, 27 de Agosto de 2011
O Reverso da Medalha

 

Sou franco. Apesar de reconhecer toda a qualidade inerente à atual equipa do Barcelona, não simpatizo com variados aspetos, como a arrogância de muitos dos seus jogadores, a atitude deliberadamente protecionista que as entidades oficiais lhes facultam, toda a excessiva mediatização de talento puro e angelização, conquanto os demais são diabolizados e denegridos. 

Posto isto, é óbvio que apoiei o FC Porto nesta partida para a Supertaça 2011. 

 

Quanto ao penálti, ninguém tem dúvida, excetuando aqueles que por algum motivo particular opinam hipocritamente. 

 

No entanto, achei muitíssimo interessante a reação dos dirigentes portistas nos seus protestos quanto a esse polémico caso do penálti. Por cá, ainda está quente a controvérsia gerada no caso do Sporting, nas primeiras jornadas do campeonato. Após as reclamações leoninas, ouviu-se ainda recentemente o líder azul e branco, o Sr. Pinto da Costa, inchado por um ego desmedido, a criticar os dirigentes leoninos devido à sua posição de protesto aos recorrentes erros das arbitragens. 

Surge o reverso da medalha em boa hora. Cá se fazem, cá se pagam. Eis o castigo divino pelo pecado original. Quem tanto tem sido beneficiado dentro de portas por arbitragens tendenciosas, mas que vão passando como "erros de julgamento natural" de qualquer árbitro, agora sofre na pele, com a mesma arma com que normalmente inflinge.

 

Não direi que lamento. Não. A dor da injustiça atinge a qualquer um. Quem demonstra insensibilidade perante os legítimos protestos dos outros e ainda ironiza sobre as suas lamentações, não merece diferente destino.

 

Quiçá ainda sobre um pouco deste veneno divino para outros que enveredam submissamente pelo mesmo caminho de sarcasmo e hipocrisia sobre as reclamações fundadas de outros.

Que o presidente Rui Alves não as pensa devidamente, já é público. Que é vassalo azul e branco, não é novidade. Portanto já não surpreende quando se espalha ao comprido em declarações sem qualquer crédito ou valor.

 

Moeda ao ar,... e saiu a outra face.   

 



Traficado por Dinis Vieira às 14:10
Endereço do Antro | Chiba-te ao Gangster | Junta-te à Família
|

Sexta-feira, 26 de Agosto de 2011
Há Loucos com muita Sorte
No Jornal de Notícias, em 26/08/2011. 
"Um rapaz, de apenas 12 anos, escapou por pouco à morte depois de ser atingido por um comboio, na estação ferroviária de Sidney, na Austrália. As imagens dramáticas estão a correr mundo. Veja o vídeo.

Na gravação, vê-se o rapaz a saltar para a linha e a correr para a outra margem, supostamente para falar com uma rapariga que chamou a sua atenção."

"Alguns minutos depois, volta a atravessar a linha para chegar ao outro lado, mas entretanto um comboio aproxima-se a alta velocidade, sem possibilidade de abrandar.

O adolescente ainda tenta subir para a plataforma da estação, mas é atingido pelo comboio, a mais de 95 quilómetros por hora, e fica momentaneamente preso entre o comboio e a parede, até escorregar e desaparecer de vista.

Incrivelmente, o australiano sobrevive depois de ter caído numa pequena cavidade sob a borda da plataforma. Passado algum tempo, vê-se o rapaz a subir para a margem e a arrastar-se em sofrimento e com dificuldade."



Traficado por Dinis Vieira às 23:59
Endereço do Antro | Chiba-te ao Gangster | Junta-te à Família
|

Quarta-feira, 24 de Agosto de 2011
Coluna "Bola na Rede" do jornal "A Bola" - 24 de Agosto

 

 

Saiu hoje no jornal desportivo "A Bola" um artigo de opinião do jornalista Nuno Perestrelo, diretor online d'A Bola. 

O artigo visa o tema quente do conflito entre Sporting e os árbitros.

Começa o artigo por dar a mão à palmatória sobre os erros que prejudicaram recentemente o Sporting, logo para a seguir encarrilar numa avalanche de críticas ao mesmo clube.

Aparte o criticismo vulgar e comum por parte de algum média em Portugal, realço a estigmatização sistematicamente efetuada a este clube, tal como neste caso em apreço.

Na coluna editorial "Bola na Rede" de Nuno Perestrelo, os dirigentes do clube são acusados de não concretizar as suspeitas, ficando-se por insinuações vagas, sendo tal conotado como "a maior prova de fraqueza". As reações de indignação sportinguistas, legítimas e ajustadas em conteúdo e temporalmente, são analisadas como "motivo para rir". 

É claro que esta peça jornalística, apesar de ser oriunda de um respeitado profissional, não passa somente de uma opinião pessoal e fechada. Todavia, é deste género de bálsamo propagandista que se alimentam as fontes que insistem em penalizar o Sporting, contribuindo em larga parte para a describilização das queixas e enfraquecimento da posição do clube. 

Claro que a acusação de falta de concretização efetiva das suspeitas reporta-se exclusivamente ao Sporting, esquecendo convenientemente o turbilhão político e desportivo causado na época anterior pelo Benfica, bem mais tumultuoso e grave do que esta situação, em que igualmente não foram concretizadas quaisquer suspeitas. 

Lamento assistir a este denegrir consentido e sustentado ao longo do tempo por parte daqueles que deveriam abster-se de tais práticas, refugiando as suas ações atrás da liberdade de expressão da prática jornalística. 

Quiçá o Sporting seja realmente brando demais. Quiçá seja efetivamente tempo do clube endurecer a sua posição, não só perante as arbitragens, mas igualmente com aqueles que na busca de irreverência na opinião afundam progressivamente o Sporting.  

 



Traficado por Dinis Vieira às 23:23
Endereço do Antro | Chiba-te ao Gangster | Junta-te à Família
|

Segunda-feira, 22 de Agosto de 2011
Sugestão de Espetáculo ao Ar Livre: Arrepiado

 

Arrepiado... é assim que fica a incauta testemunha dum espetáculo deste artista, tal como pode atestar quem já o presenciou.

Tive a oportunidade recentemente de assistir a um espetáculo noturno do "Arrepiado Team" em Miranda do Douro, sendo que dessa noite ainda não tenho imagens. 

Ricardo Domingos, é o nome verdadeiro daquele que é conhecido nos meandros deste espetáculo como "Arrepiado". Tri-campeão nacional de Stunt Riding, anteriormente Freestyle, Ricardo detém uma empresa que apresenta em Portugal e além fronteiras, um espetáculo meritório, audaz e inovador. 

 

 

  

Talvez quiçá fruto de observar tal show pela primeira vez, ou quiçá por ter ido sem qualquer expetativa visto que o nome antes não me dizia nada, mas em verdade confesso que fiquei francamente surpreendido pela exibição, algo que para um cidadão do século XXI já não é fácil de conseguir. 

O domínio e controlo que Ricardo Domingos exerce sobre os diversos veículos que conduz é absolutamente impressionante. Trata-se de uma exibição com uma hora de duração, com constantes manobras a razar autenticamente as grades que separam as potentes máquinas do destemido e voraz público, ansiosos por deleitar-se a cada curva, a cada aceleração, a cada acrobacia, ansiosos por ficarem boquiabertos com o que vem a seguir. Nem por uma vez observei uma manobra um pouco mais afastada das grades... sempre no limite, a fervilhar o motor e a debitar um ronco que imprime na assistência a real potência das máquinas. É sem dúvida um piloto capaz, expondo claramente perante todos a simbiose existente entre si e os veículos, nomeadamente os motociclos. 

Destaca-se igualmente à vista a empatia gerada por este piloto de eleição com o seu público, incentivando-o e interagindo constantemente, virtude que enquadra-se perfeitamente na sua intocável confiança quanto às suas capacidades e derivada de um forte carisma.  

Desde os arranques vertiginosos que tragam cem metros em meros instantes, às velozes manobras em gincana por entre voluntários sem amor à vida (ou com muita confiança), até mesmo manobras circenses com fogo de artifício, vê-se muito e, com muito know-how, tudo suportado por uma equipa de profissionais que vivem o risco como o próprio Arrepiado, submetendo-se a situações que o mero humano nem sequer consideraria. 

 

Ricardo Domingos conduz motociclos, 

 

 

conduz moto 4, 

 

 

conduz um pequeno mas potente Smart. 

 

Mormente encontrava-me em transe com o show que me era presenteado, algumas similaridades trouxeram-me à memória lembranças das façanhas de Evel Knievel e a sua incrível habilidade para as duas rodas.

O intenso ambiente noturno citadino, com pessoas a perigar a sua segurança para poder assistir, colocando-se em locais temerários, recordaram-me aspetos presentes na saga cinematográfica de Velocidade Furiosa.  

É entretenimento puro. É o mote ideal para uma saída airosa e diferente, desdenhando a monotomia patente nas ofertas mais comuns. 

Aconselho vivamente a todos, miúdos e graúdos, fãs de motores ou não, pois é um espetáculo universal, cuja pluralidade encaixa praticamente em todos os mais variados interesses. Procurem pelo seguinte espetáculo próximo de vós e deixem-se arrepiar.  

 



Traficado por Dinis Vieira às 13:58
Endereço do Antro | Chiba-te ao Gangster | O que consta nas Ruas (2) | Junta-te à Família
|

Domingo, 14 de Agosto de 2011
Portugal e Grécia devem abandonar o euro, diz Soros

Do site "Económico" do Sapo.  

 

«O investidor multimilionário George Soros sugere, em entrevista ao Der Spiegel, que Portugal e Grécia devem abandonar a zona euro.

"O problema grego foi tratado tão mal que a melhor coisa a fazer neste momento seria uma saída ordeira" da zona euro e da própria UE, propõe Soros, em entrevista à revista alemã Der Spiegel, citada pela AFP.

O investidor, que ficou famoso por em tempos ter feito tremer o Banco de Inglaterra, com manobras especulativas na bolsa, propõe exactamente o mesmo caminho para Portugal, defendendo que, assim, "a UE e o euro sobreviveriam".

Nessa entrevista, Soros volta a falar na necessidade de os países da zona euro chegarem a acordo sobre a emissão de eurobonds (títulos de dívida europeus). "Quer queiramos ou não, o euro existe. E para que possa funcionar de forma correcta, os países da zona euro devem ser capazes de refinanciar uma grande parte das suas dívidas nas mesmas condições", justificou.

O multimilionário dos mercados, que é muito crítico da posição alemã contra a criação de um esquema de emissão de obrigações europeias, sublinhou também ao Der Spiegel que não tem uma intenção especulativa contra o euro. "Não estou certamente a apostar contra o euro", assegurou, explicando que "os chineses estão muito interessados numa alternativa ao dólar e farão tudo o que for preciso para ajudar os europeus a salvá-lo [a moeda única]".

George Soros conta com uma carreira de 40 anos de investimentos nos mercados, cujo ponto mais alto foi a aposta contra a libra esterlina, em 1992, que rendeu mil milhões de dólares.» 

 

 

Não. Recuso em absoluto a simples sugestão de que devemos abandonar a zona euro agora. Fomos usados e explorados por este eurocapitalismo, o país foi arrastado para um estado letárgico, deixaram-nos nas lonas. Agora querem despejar-nos? Não. Recuso-me. Exijo o retorno em ajuda monetária por toda a calamidade que trouxeram a esta nação. Recuso-me a sair de mãos a abanar, sem contrapartidas, depois de tirarem o pouco que tinhamos. 

Sempre fui contra os métodos e imposições destes invasores, contra o seu pseudo-liberalismo que servia exclusivamente para camuflar uma nova ordem ditatorial dos seus mercados. Mas agora não irão sair assim sem assumir as responsabilidades. Porque sim, a Europa tem responsabilidades no que aconteceu à Grécia e a Portugal. 

 


Quanto a este parasita financeiro, este tal de Soros, aproveito para transmitir-lhe uma mensagem pessoal, num português do povo, que se adequa a este caso como nenhuma outra expressão erudita podia fazer: vai prá puta que te pariu, seu filho da puta. Tenho dito. 

Pelo desabafo, peço desculpa aos demais leitores que muito estimo e prezo, mas há momentos na vida que alma grita mais alto do que a razão. 



Traficado por Dinis Vieira às 22:06
Endereço do Antro | Chiba-te ao Gangster | Junta-te à Família
|

Terça-feira, 9 de Agosto de 2011
Itália chama "parasitas" a quem foge aos impostos

Do site "Económico" do Sapo, por Mafalda Aguilar

 

Para engordar os cofres do Estado, o governo italiano decidiu lançar uma campanha publicitária contra a evasão fiscal.

'Parasita da sociedade'. Foi este o 'slogan' escolhido para sensibilizar os cidadãos contra a evasão fiscal, numa altura em que o país enfrenta sérias dificuldades orçamentais.

A campanha arranca hoje na televisão e rádio e em ‘outdoors' nas principais estações de comboios e aeroportos de Roma e Milão.

Na campanha, que se prolongará até Setembro, são exibidos pequenos parasitas, surgindo em grande plano um homem a olhar fixamente para uma câmara. A legenda diz apenas Parasita da Sociedade.

No anúncio, uma voz off afirma: "Quem vive à custa dos outros prejudica todos. Derrotar a evasão fiscal é do teu interesse". 

 

O Berlusconi pode ser controverso, mas estou convicto que em verdade, quem foge aos impostos é efectivamente um "Parasita da Sociedade". Usualmente os que aplaudem a evasão fiscal, são os que a praticam.

Eu não fujo, sempre paguei. Se todos pagássemos, o país estava francamente melhor. Os que optam por essa via são os que melhor se encontram na vida. São aqueles que recebem subsídios do estado por declararem auferir rendimento mínimo. São os que têm negócios rentáveis e que lhes permite a dita fuga: é o café do qual não é emitido recibo, é a oficina de mecânica que faz o serviço sem acrescento do imposto, é a loja que vende por fora, é o carpinteiro, o electricista, o canalizador, o técnico de informática, o explicador de línguas, é o quiosque, são os trabalhos a dias, são todas estas pequenas empresas e serviços que caminham no limbo da lei, arredando o estado de valores que irá extorquir àqueles que já tinham pago a sua cota parte.

Eu pago mais por aqueles que não pagam. Vós nesta situação,... sois uns PARASITAS DA SOCIEDADE. 



Traficado por Dinis Vieira às 21:33
Endereço do Antro | Chiba-te ao Gangster | O que consta nas Ruas (2) | Junta-te à Família
|

Procurar Cadáveres
 
Tráfico Recente

Movimento Anti-Pesca

Corrupção na Origem da Bo...

O Real Crime de Colarinho...

Blogosfera Fotográfica: D...

A Questão da Instabilidad...

Extinção de Freguesias? S...

O Cavalo Azul de Rínia

Como potencializar o inte...

Instinto Animal

Oferta de Trabalho: Procu...

O Mundo poderá realmente ...

Humor Animado

Voz de Coragem

Curiosidades: Por uma unh...

Curiosidades: Ladrão com ...

Curiosidades: Ladrão com ...

Biografia de um Larápio

Ser Idiota Chapado está n...

Memorial às Vítimas de Mu...

Crónicas dum Proxeneta

Dicas para Poupança dentr...

Falsas Aparências

Passo em Falso

Tutorial Português dos Tá...

Tutorial infantil: o que ...

O Penhasco

Os Tachos

Arquivo do Gangster

Julho 2013

Abril 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Cúmplices Recomendados
Sobre Dinis Vieira
Dívidas de Sangue
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!
tags

todas as tags

subscrever feeds