A eterna luta de classes, estereotipada pela cor do colarinho. Qual é a cor do teu colarinho?
Quarta-feira, 5 de Outubro de 2011
Inspirei-me

Inspirei-me recentemente num artigo do blog "Identidades II". Aproveito para convidar-vos a visitá-lo pois está interessante. 

Sugeri num comentário lá colocado, a elaboração dum "Manual de Regras de Conduta Passíveis de serem Quebradas". Isto, relativamente a conselhos para novos bloggers e regras de sociabilização na blogosfera. 

A autora, que aprecio bastante, aproveitou o mote para promover a ideia. 

 

Concordo. 

Começa então aqui a minha singela e personalizada contribuição.

Que melhor forma para principiar, do que precisamente a análise a alguns dos conselhos já transmitidos pelo destaques do Sapo. Inicialmente incorporar-se-à somente as sugestões soltas. Posteriormente irá ser tudo revisto e compilado no produto final. O manual irá então ser disponibilizado para download.

Todos que o pretendam podem deixar aqui um comentário, contendo uma ou mais regras de conduta passíveis de serem quebradas na elaboração dum blog e na sociabilização na blogosfera. Obviamente que todas as contribuições inseridas no livro final, terão devidamente ressalvados os legítimos contribuidores. 

À medida que eu fôr incrementando a lista, este post irá ser atualizado. Não irá ser criado um novo post. 

Igualmente as vossas sugestões irão sendo postadas a cada atualização. 

         

          

Manual de Regras de Conduta passíveis de serem Quebradas

 

"Não interessa o que escreves, desde que o faças com gosto, que te sintas bem e que seja importante para ti."

SplashPage

Não interessa o que escreves??? O que escreves é tudo. 

 

"utilizem a Língua Portuguesa bem, não a assassinem com linguagem de sms"

Escada acima

Concordo. Mas também ajudava a malta se o corretor ortográfico do Sapo estivesse conforme o novo acordo da língua portuguesa.

 

"Por amor de todos os santos, não ponham música em auto-play"

Looking for the great escape

Eu pessoalmente gosto de ouvir música nos blogs. No entanto, julgo que é só pressionar no leitor para desligar o som. Fica a ideia. 

 

"Aceitar as criticas de forma respeitosa e criticar (comentar) respeitosamente"

Identidades II

Há críticas construtivas e críticas da fossa. Eu secundo a liberdade de expressão e o direito ao contraditório.  

 

"Previnam-se de Ben-u-ron para dores de cabeça"

Sepulcral Essência

Eu aconselharia os comprimidos para o enjoo, após ler alguns blogs destacados.  

 

"se não vêm até ti, faz um esforço e tenta ir até aos outros"

Uma familia e dia a dia

Então e esses outros, ficam à espera? Reciprocidade demanda-se.  

 

"Quanto mais pedires que te sigam pior é"

Insanity, bah 

Sê direto. Se queres que te sigam, vais ser hipócrita para quê? A falar é que as pessoas se entendem.  

 

"Ler notícias do dia,  e tirar algumas ideias"

Gambas com mel 

Tirar algumas ideias mas trabalhá-las, dar-lhes o cunho pessoal, a tua opinião. Diz não ao plágio.  

 

"Escreve aquilo que gostas e não o que os outros gostam"

Fallen Angel

Certo. Elabora lá um artigo sobre a poda das anonas. Vais vê-los a entrar aos magotes.   

 

"Escreve por e para ti, principalmente."

Em duas linhas 

O escritor verte as palavras para os outros. Quem não é lido, não existe. 



Traficado por Dinis Vieira às 20:26
Endereço do Antro | Chiba-te ao Gangster | Junta-te à Família
|

8 Comentários:
De Rosa a 5 de Outubro de 2011 às 21:32
Obrigada pelo "destaque".
Confesso que me ri com os teus comentários às ditas "regras". Diretos e sem papas na língua: assim é que deve ser.
Quando escrevi "Por amor de todos os santos, não ponham música em auto-play", não estava a escrevê-lo para ser uma regra, mas sim uma sugestão. Cada um faz aquilo que quer no seu blog, porque afinal, é o SEU blog.
É verdade que há o botão para desligar; mas porque não ser o leitor a escolher ouvir a música? O autor do blog que deixe o player visível e o leitor escolhe se a ouve ou não. Isto porque: 1) o leitor pode já estar a ouvir música (o que normalmente é o meu caso) 2) não temos todos os mesmo gostos; não quero ser obrigada a ouvir algo que não gosto assim que abro um blog.
"Eu aconselharia os comprimidos para o enjoo, após ler alguns blogs destacados." E concordo plenamente com isto.


De Dinis Vieira a 5 de Outubro de 2011 às 21:48
Obrigado Rose por fazeres com que tenha sido lido. Por tua causa... eu existo.

Quanto à questão dos blogs destacados pelo Sapo: I'am always "Looking for the Great Escape".


De Rosa a 5 de Outubro de 2011 às 22:19
Uau, tanto sarcasmo. Ainda bem que gosto disso, se não até ficava ofendida.


De Dinis Vieira a 5 de Outubro de 2011 às 23:04
Sim, tem algum sarcasmo, mas sem pinga de maldade. :)

Quanto ao português empregue, é manhoso. Pode levar a maus entendimentos. No trocadilho entre os destaques do Sapo e o nome do teu blog,... não tem nada a ver. A analogia reporta-se unicamente ao aproveitamento do nome do blog. É sugestivo.

Quanto à tua participação, disse-o com sinceridade: por ti (tal como todos que participam) eu existo. ;)


De Fátima Soares a 6 de Outubro de 2011 às 00:36
Olá e por mim também existes A Verniz Negro não sou um homem... Não fiques tão aflito que ao mesmo tempo teve graça eu é que já não percebia nada. E continuarás a existir. Não te preocupes se não és muito lido tu existes para além de tudo!!! Mas claro sabe bem que leiam o que escrevemos embora isso não me preocupe muito. Uma beijoca e desculpa não estar a perceber... E agora a brincar... Diz lá ao Chico que venha e vamos os 3 beber um cafezito... De manhã ok? Agora estão os cafés fechados. Não leves a mal estou mesmo só a brincar achei graça...


De Dinis Vieira a 6 de Outubro de 2011 às 00:55
Esclarecido.
Aceito o café.
Obrigado pela beijoca.


De Gambas com Mel a 6 de Outubro de 2011 às 13:45

Dinis desde já agradeço a recomendação alusiva à minha frase e por ter sido de utilidade. É sempre bom ter reconhecimento naquilo que se faz!

Concordo igualmente com o teu "acrescento", de referir apenas, que na minha lista de inspirações também faço menção ao bem indicado por ti "Diz não ao plágio", refiro-me a "Sê original, não corriqueiro".

Mais discussões serão bem-vindas!





De Dinis Vieira a 6 de Outubro de 2011 às 20:16
É óbvio que tu és original. Então desde quando é que Gambas com Mel é vulgar? Hei-de experimentar um dia destes.


Chiba-te... confidencialidade garantida

Procurar Cadáveres
 
Tráfico Recente

Movimento Anti-Pesca

Corrupção na Origem da Bo...

O Real Crime de Colarinho...

Blogosfera Fotográfica: D...

A Questão da Instabilidad...

Extinção de Freguesias? S...

O Cavalo Azul de Rínia

Como potencializar o inte...

Instinto Animal

Oferta de Trabalho: Procu...

O Mundo poderá realmente ...

Humor Animado

Voz de Coragem

Curiosidades: Por uma unh...

Curiosidades: Ladrão com ...

Curiosidades: Ladrão com ...

Biografia de um Larápio

Ser Idiota Chapado está n...

Memorial às Vítimas de Mu...

Crónicas dum Proxeneta

Dicas para Poupança dentr...

Falsas Aparências

Passo em Falso

Tutorial Português dos Tá...

Tutorial infantil: o que ...

O Penhasco

Os Tachos

Arquivo do Gangster

Julho 2013

Abril 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Cúmplices Recomendados
Sobre Dinis Vieira
Dívidas de Sangue
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!
tags

todas as tags

subscrever feeds